Tag Archives: SPCAL

Acordo de Transparência sobre investigação animal em Portugal

A Sociedade Portuguesa de Ciências em Animais de Laboratório (SPCAL) em colaboração com a EARA, desenvolveu uma proposta para melhorar a informação disponível para a sociedade sobre a utilização de animais na investigação científica.

A proposta é um Acordo de Transparência sobre a Investigação Animal em Portugal que se baseia em quatro compromissos para ajudar os centros de investigação e as universidades a melhorar as informações disponibilizadas ao público sobre esta temática.

O Acordo de Transparência tem como objetivo melhorar a compreensão e a aceitação da investigação com recurso a modelos animais por parte da sociedade portuguesa, promovendo a abertura e transparência em relação à experimentação animal. Os signatários concordam deste modo em partilhar de uma forma consistente a informação sobre a utilização de animais na investigação, bem como das suas justificações científicas, éticas e morais.

Os signatários do Acordo de Transparência Português concordariam com as seguintes obrigações:
– Colocar uma declaração referente ao bem-estar animal no website da Instituição.
– Colocar um link para o Acordo de Transparência.
– Fornecer informações adequadas aos meios de comunicação social e ao público em geral sobre as condições em que é efetuada a investigação com animais e os resultados obtidos.
– Desenvolver iniciativas que promovam maior conhecimento e compreensão da sociedade sobre o uso de animais em investigação científica.
– Reportar anualmente os progressos obtidos e partilhar experiências.

Para visualizar todas as organizações que aderiram a este acordo, Lista de Instituições_PT.

PT LOGOS_16 INSTITUTIONS

Os signatários deste documento estão empenhados em seguir estes princípios e a promover estratégias apropriadas para a sua instituição promover a transparência sobre a utilização de modelos animais na investigação.

A investigação com modelos animais tem desempenhado um papel fundamental no avanço do conhecimento científico, médico e veterinário. O uso regulamentado da experimentação animal contribui para a ampliação do conhecimento sobre os mecanismos que regulam a nossa saúde e para perceber como se desenvolvem determinadas doenças.

Na nossa sociedade, existem pessoas que compreendem a importância da utilização de modelos animais na estratégia da investigação biomédica, mas também existe uma parte que se opõe a este tipo de investigação. Normalmente, o posicionamento negativo face à experimentação animal é devido à falta de informação e conhecimento sobre este tema.

Este acordo é baseado no trabalho prévio que começou em Portugal em 2017. Uma série de instituições de investigação portuguesas juntaram-se com o intuito de discutir como melhorar a compreensão e a aceitação da investigação animal por parte do público português. Estiveram presentes representantes da Faculdade de Ciências e da Faculdade de Farmácia da Universidade de Lisboa, da NOVA Medical School|Faculdade de Ciências Médicas da Universidade NOVA de Lisboa, do Instituto Gulbenkian de Ciência, do Instituto de Medicina Molecular da Universidade de Lisboa e da Fundação Champalimaud. Nessa reunião, a EARA propôs explorar a possibilidade de desenvolver um Acordo de Transparência para orientar um passo de abertura e transparência em relação à experimentação animal em Portugal.

Como aderir ao Acordo de Transparência sobre a Investigação Animal em Portugal?

Se a sua instituição deseja apoiar esta iniciativa e assinar o Acordo de Transparência, ou em caso de alguma dúvida, por favor entre em contacto com:
– Ana Barros, Coordenador da EARA, abarros@eara.eu
– Bob Tolliday, Coordenador da Comunicação da EARA, btolliday@eara.eu 00 44 (0) 7715525535
– Ricardo Afonso, Presidente da Sociedade Portuguesa de Ciências em Animais de Laboratório (SPCAL), acordotransparencia@spcal.pt

Press
Publico 21/06/18

Transparency Agreement on animal research in Portugal

The Transparency Agreement on Animal Research in Portugal (‘Acordo de Transparência sobre Investigação Animal em Portugal) is a collaborative project by EARA and the Portuguese Society of Sciences in Laboratory Animals (SPCAL).

This is an initiative inspired by the Transparency Agreement in Spain, launched at 2016 where EARA co-operated with the Federation of Spanish Scientific Societies (COSCE) and by the UK Concordat on Openness on Animal Research.At the launch on June 21, 2018, the Transparency Agreement was signed by 16 institutions including Research Centres and Universities from across Portugal. 

By signing up to the Portuguese Transparency Agreement, the signatories agree to the following obligations:
– Make a declaration concerning animal welfare on the Institution’s website.
– Link to the Transparency Agreement.
– provide adequate information to the media and the general public on the conditions under which animal research is carried out and the results obtained.
– Develop initiatives that promote greater knowledge and understanding of society on the use of animals in scientific research.
– Report on progress achieved on an annual basis and share experiences.

View here all the organisations that have signed the agreement to date.

PT LOGOS_16 INSTITUTIONS

 

With the Transparency Agreement, EARA and SPCAL aim to work together to foster a climate of openness around animal research in Portugal. The four commitments ensure that the Transparency Agreement is an actionable document, which signatories can use to guide their progress toward openness on animal research.

This agreement builds on work in Portugal that began in 2017. A number of Portuguese research institutes met to discuss how to improve the Portuguese public’s understanding and acceptance of animal research. At this meeting were representatives from the Faculty of Sciences and Faculty of Pharmacy of the University of Lisbon, Nova Medical School Lisbon, Instituto Gulbenkian de Ciência, the Instituto de Medicina Molecular and the Champalimaud Centre for the Unknown. At the meeting EARA proposed to explore the possibility of developing a Transparency Agreement to guide efforts on openness on animal research in Portugal.

If your institution wishes to support this initiative and sign the Transparency Agreement, or if you have any questions, please contact:
– Ana Barros, EARA co-ordinator, abarros@eara.eu
– Bob Tolliday, EARA Communications Coordinator, btolliday@eara.eu 00 44 (0) 7715525535
– Ricardo Afonso, President of the Portuguese Society of Sciences in Laboratory Animals (SPCAL), acordotransparencia@spcal.pt

Agreement on transparency in animal research launched in Portugal

The public announcement of the Transparency Agreement on Animal Research in Portugal
will take place today (21 June 2018).

This initiative presented by the scientist Nuno Sousa has been proposed by the European Animal Research Association (EARA) and supported by the Portuguese Society of Sciences in Laboratory Animals (SPCAL) and is supported by 16 Portuguese institutions, from across the country, that use animals in biomedical and basic research.

The aim of the Transparency Agreement is to improve the Portuguese public’s understanding
and acceptability of animal research by promoting openness and transparency. The signatories
agreed to be more open and consistent with the public on their communication about the scientific, ethical and moral justifications for animal research.

This approach is based on the Transparency Agreement in Spain, launched in 2016, where
EARA co-operated with the Federation of Spanish Scientific Societies (COSCE) and the UK
Concordat on Openness on Animal Research.

Kirk Leech, of EARA, said: “This Transparency Agreement is a significant step forward for the
biomedical sector in Portugal. It will set high standards for openness and lead to a greater
understanding among the general public of the benefits of animal research, including the
contribution it makes to the studies of cancer and diseases of the brain.

“We also expect that most institutions in Portugal, that conduct animal research will eventually join the Agreement.”

The launch ceremony took place before the IV SPCAL Congress dedicated to the theme
“Quality and Transparency in Science involving Laboratory Animals”, in the School of Medicine
and the Life and Health Sciences Research Institute (ICVS) at University of Minho, in Braga. There followed a presentation by Prof. Doctor Nuno Sousa, neuroscientist and President of the
School of Medicine of the University of Minho; EARA Executive Director, Kirk Leech and the
President of SPCAL, Prof. Doctor Ricardo Afonso. Continue reading